quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A Magia do Natal ...


A magia do Natal.

Qual é a mágica que acontece no Natal, que faz com que as pessoas mudem seu jeito de agir?
Qual a explicação, qual a razão de as pessoas ficarem mais acessíveis, bondosas, solícitas e solidárias?
Como se explica a transformação interior, que faz com que pessoas carrancudas, solitárias, mal humoradas e egoístas, mudem totalmente o seu jeito de ser?
Quem é o responsável por essa mudança tão radical? Deus, o nascimento de Jesus, ou o Papai Noel traz em seu saco uma poção mágica regeneradora?
Por que somente na época de Natal passamos a olhar os menos favorecidos com um olhar mais bondoso e condescendente, fazemos campanhas para arrecadar alimentos, doces e brinquedos para famílias e crianças carentes?
Por que apenas na época Natalina sobem os números de adoção nos orfanatos?
Por que nessa época passamos a enxergar e a cumprimentar as pessoas que passamos o ano todo ignorando, como aquela tia que não visitamos á meses, um colega de trabalho que jamais trocamos mais que duas ou três palavras, ou aquele vizinho, que mora ao nosso lado e que jamais paramos para retribuir pelo menos um sorriso?
Qual é a força maior que nos move nessa época, que nos torna tão afetuosos, tão família, que faz com que queiramos ficar junto a nossos pais, irmãos, filhos, avós, perto de quem mais amamos?
Por que somente nesta época Natalina sentimos mais vontade de dizer “Eu Te Amo”?
Por que somente nesta época sentimos tanta necessidade de pedir perdão a quem ofendemos, a quem magoamos e a quem fizemos sofrer?
Por que somente no Natal sentimos essa descomunal necessidade de dar e receber amor?
Por que só em Dezembro, por que não somos assim nos outros onze meses do ano?
Só depende de nós, mas por alguma razão desconhecida, fugimos o tempo todo, mantendo a distância, toda e qualquer forma de sentimento afetivo, agindo como porcos-espinho, sempre na defensiva, afastando cada vez mais as pessoas...
A resposta é: No Natal o amor se torna palpável, no Natal nos permitimos amar, no Natal por alguma razão divina ou cósmica abrimos nossos corações...
Todos os dias do ano, temos a chance, a oportunidade de sermos e de fazermos felizes a quem nos rodeia, basta apenas derrubar os muros emocionais que nos rodeiam e deixar que o amor entre...
Isso não nos torna fracos, mas sim muito mais humanos....

Marlise Julião

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Aqui jaz nossa cultura....

Sepultamento de nossa cultura ....



Tenho visto nos últimos dias, por todo o Brasil, inclusive em Jaraguá do Sul, várias pessoas se preparando para o Halloween, comprando abóboras, fantasias e se preparando para os doces e travessuras.

Fico pensativa e preocupada com relação a isso, pois acredito que oitenta por cento destas pessoas, que comemoram o Halloween desconhecem a origem da comemoração, e o que é pior, desconhecem a própria cultura brasileira.

Nossa cultura (do latim colere, que significa cultivar) é vasta e riquíssima, com personagens maravilhosos que atiçavam nosso imaginário mundo infantil, quando a beira de fogueiras , nossos pais, tios, ou avós, contavam aventuras mirabolantes, desde fugir da Mula sem Cabeça e do Curupira em meio as matas, até o pitoresco ritual para se pegar o Saci Pererê!

Estamos matando nossa cultura, nossos personagens folclóricos mofam nas bibliotecas, enquanto endeusamos a cultura americana comemorando datas que nem nos dizem respeito.

Quando é que algum americano comemora qualquer coisa que seja ligada a cultura brasileira?

Americanos não sabem nem qual é a capital do Brasil, noventa e nove por cento deles acham que é o Rio de Janeiro!

Como podemos renegar assim nossa cultura? Como podemos sepultar esse conhecimento?

Será que temos como cultura somente o Carnaval? Será que nossa cultura está resumida a uma semana de batuques e “sambadinhas” ?

Vamos assistir de camarote e braços cruzados a extinção de nossos personagens folclóricos, enquanto a cultura estrangeira se expande?

Passei em frente ao determinado lugar semana passada e vi sepulturas decorando a semana do Halloween, confesso que fiquei irritada, pois em momento algum vemos demonstrações de incentivo a nossa cultura.

Uma cultura rica como a nossa, oriunda da miscigenação de nosso povo, não pode ser desprezada assim.

Que tal desligarmos a televisão, reunirmos a família em volta de um livro de estórias brasileiras, que tal passarmos o legado de nossa cultura para as futuras gerações ?

Nossa vida está corrida sim, mas nada nos impede de pegar um livro, pelo menos dez minutinhos, e ler para os filhos, para amigos, ou até mesmo lermos sozinhos.

O Sací Pererê, a Mula sem Cabeça, o Curupira e toda a turminha agradece!

A sobrevivência da Cultura Brasileira está literalmente em nossas mãos ...









sábado, 22 de outubro de 2011


Fatos que marcam ...





Não sei se foi o doze de outubro, Dia da Criança, mas refleti muito sobre minha infância nessa semana que passou.

Nasci e cresci no interior.

Subindo em árvores, correndo atrás de animais, saboreando o leite fresco, tirado na hora da vaquinha mimosa, tomando banho de rio...

Tive uma infância maravilhosa, no sítio de meus avós, andando á cavalo, charrete e nos carrinhos de madeira que meu irmão fazia ... Brincava na chuva e na lama...

Não tínhamos muitos brinquedos, bonecas então !!

Usávamos as espigas novas de milho como bonecas pedacinhos de madeira para fazer casinhas..

Lembro com carinho das amigas de infância, dos primos que moravam perto, das histórias contadas á noite ao lado do fogão á lenha... Estórias contadas por meu tio, sobre lobisomens, mulas-sem-cabeça, tesouros e duendes… Ouvíamos a tudo atentamente sem piscar...

Não tínhamos computadores, nem IPAD, celular , video game então nem pensar ...e ainda assim éramos felizes !!

Lembro até de fatos nada agradáveis, que marcaram minha infancia!

Teve um fato curioso que aconteceu comigo na sexta série primária, na época eu estava com uns 10 ou 11 anos ( pouquinho tempo atrás …hehehe ) não me recordo bem, mas lembro bem do fato ocorrido na aula de Comunicação e Expressão, quando nossa professora Sônia de Alburquerque pediu que fizéssemos uma interpretação do texto ” Olhai os Lírios do Campo” , fiz logo duas páginas pensando no 10 que tiraria e entreguei.

No outro dia assim que bateu o sinal, entrei correndo em minha sala, e mal havia sentado, a secretária veio me chamar pedindo que eu fosse até a sala da diretora...

Fui , sem saber o que era, chegando lá, ví que ela tinha algumas folhas na mão e pra minha surpresa , era a minha interpretação do texto do dia anterior, ela lia e relia, olhava pra mim e depois de um tempo, finalmente falou comigo: “E aí Marlise, você não tem medo de ser presa, olha só o que você escreveu ,nunca mais escreva tais coisas, criticando o governo, isto pode comprometer á você e a sua família... “

Saí da sala da diretora arrasada... eu não sabia o porque daquilo, pensei em ganhar um 10,e acabei ganhando um baita puxão de orelhas e fiquei com nota baixa, mas como fiquei com medo sobre o fato de ser presa aos 10 anos de idade, nunca mais escrevi sobre o governo ou qualquer outro assunto...

Mas fiquei curiosa, e comecei a ler em revistas e me inteirar sobre o que se passava ao meu redor, lia principalmente a revista Manchete , na qual descobri quem eram nossos governantes e o que acontecia com quem os criticava..

Comecei a ligar fatos… cantávamos o Hino Nacional , não sem antes tirarmos distância, mão no ombro do amigo á nossa frente e mão no ombro do amigo ao nosso lado, e longos discursos da diretora. Tínhamos aulas de Educação Moral e Cívica, onde nos ensinavam musiquinhas , tipo marchinhas que lembro até hoje, eu até gostava e cantarolava em casa..” Este é um país que vai pra frente ,Ou Ou Ou Ou Ou, de uma gente ordeira e tão contente Ou Ou Ou Ou Ou, é um país que canta ,trabalha e se agiganta, é o país do nosso amor “…. Escrevendo sobre isso agora, eu até acho graça, mas na época, com 10 anos, criança ainda , fiquei um bom tempo sem dormir e com medo de ser presa !!!

Graças a Deus hoje tudo isso passou, podemos escrever sobre qualquer assunto, usufruimos de ampla liberdade de expressão e temos que valorizar muito tudo isso !!







M@rlise

sábado, 15 de outubro de 2011


Hoje é dia 15 de outubro, Dia do Professor, mas não sei se há motivos para comemoração .

A profissão que um dia era uma das mais concorridas, mais valorizadas, hoje é quase motivo de vergonha .

Professores eram respeitados, sua palavra era ouvida e seus ensinamentos seguidos ao pé da letra, havia até um certo glamour na profissão..

Mas em um país em que se valoriza muito mais os investimentos em outras áreas,como Turismo e Carnaval ( não que turismo não seja importante para o país ), deixando a Educação em terceiro plano ,não é de se admirar a evasão escolar e o desinteresse dos alunos pela escola ...
Lembro-me com carinho de todos os meus professores do ensino fundamental, os quais ensinaram-me a escrever a repeitar diferenças e ser o que sou hoje..
Professora Hermínia, minha primeira professora graças a você tenho hoje essa letra redondinha , professora Sônia de Albuquerque que incentivou meu gosto para a leitura, meu dom para escrever redações e meu gosto pela música ao criar o nosso coral , professor Orlando Klás, de "Estudos Sociais " meu maior exemplo de integridade e civismo , professor Antônio de Albuquerque como eu poderia conhecer tanto de história sem seus ensinamentos, sem seus longos discursos ??

E você professor Guido, meu querido professor de Matemática, que com paciência e muito amor fez com que eu nunca desistisse de estudar, mesmo sendo eu tão cabeça dura para dividir números com vírgula e totalmente perdida nas frações !!



Á todos vocês que fizeram de mim um ser humano melhor ,meu MUITO OBRIGADO E FELIZ DIA DO PROFESSOR !!


Abaixo um pequeno poema que fiz para os professores, singelo, porem verdadeiro...




Saudades



Que saudades,que saudades !

Do tempo em que eu tinha valor,

ia pra escola feliz,

orgulhoso de ser professor.

No rosto sempre sorrindo,

uma expressão de amor,

amor pelos alunos,

amor pelo ensinar.

Ensina-los a ser alguém

Ensina-los o be-á-bá.

A fazer sempre o bem,

e aos outros respeitar !!

Via no rosto da criança

o brilho da esperança,

de ser alguém ,algum dia

Via respeito,atenção

Via o aprender com alegria !

Hoje quase não á respeito

Chega a doer no peito,

o que temos que passar.

Temos que fechar os olhos

e nossa boca calar.

Salário sempre defasado ,

saio na rua ,que vergonha

sou toda hora cobrado,

devo na farmácia,na padaria

Não tenho nem pro mercado.

Doente não posso ficar,

plano saúde não tem,

vou pra fila do Postinho,

quem sabe o médico vem !

Das autoridades a indiferença,

que nem mesmo sua presença

tem a "honra " de nos dar,

"Cada cabeça,uma sentença"

No futuro iremos lembrar !!




Marlise Julião

domingo, 2 de outubro de 2011

Novos tempos, novos olhares femininos


Nossa semana começou irresistível, depois de um domingo atípico ,com cara de sexta feira!

O dia está chuvoso (opa… já mudou, está ensolarado e com um belo céu azul )... aquela garoa fininha e contínua, que encobre nossos morros que cercam nossa cidade…. Faz frio, estranhamente faz frio, pois quando era inverno fazia calor (………) coisas do efeito estufa…….

Poderíamos comparar o clima ou o tempo, com o ser humano, nós seres humanos também temos "mudança de clima", seja no campo do trabalho, seja em nossa vida familiar ou afetiva.

Tem dias que estamos ensolarados e cheios de raios de luz, em outros estamos nublados, fechados, encobertos, cinzentos.

Também temos o efeito estufa (não é exatamente o que você está pensando ( hehe ) que destrói nossa camada de ozônio ou nossa paciência como preferir… Nas mulheres as variantes do tempo se apresentam com maior frequência ,com consequências mais avassaladoras……

Nas mulheres por exemplo ,se o clima interior estiver ameno e agradável, todos ganharão com isso. Se for ao contrário sugiro que todos ,eu disse TODOS, fiquem com seus escudos protetores ativados e mantenham uma distância considerável…..

Os homens demonstram ou fingem demonstrar uma irritante calma aparente, o que contribui ainda mais com o já elevado efeito estufa feminino causando efeitos climáticos de danos irreversíveis, beirando ao Apocalipse ou uma Hecatombe….

Para bem de ambos e de todos que as rodeiam, sugiro, uma moderação no lançamento de elementos nocivos ( palavras ofensivas ,viradas de olhos ou gestos obscenos )……

Nós mulheres desde pequenas, somos criadas e educadas com uma educação mais rígida !!

Para os meninos a liberdade já vem desde cedo, desde os tipos de brincadeiras, passeios com amigos e até no modo de se vestirem…

Já nós as meninas somos policiadas o tempo todo, Fulana não sente assim ,”sente-se como uma menina deve sentar” ,” não coloque este shorts, fica parecendo um menino “,” meninas não jogam futebol” ,” meninas tem que aprender a cozinhar e cuidar da casa” ...

Qual a moça que antigamente ao se casar, não ganhava uma maquina de costura e tinha que saber costurar, ser bem prendada..

E crescemos… com a cabeça cheia de duvidas, anseios e com desejos reprimidos !!

Na questão sexual então nem se fala, era assunto terminantemente proibido para meninas, enquanto para os meninos havia até incentivos... pasmem!!

O pouco que aprendíamos era lendo aquelas revistas de Fotonovelas Italianas, contrabandeadas da casa de alguma amiga e providencialmente escondidas embaixo do colchão, sob a pena de severas broncas se fossem encontradas !!

Lembro de uma reportagem que lí, sobre como aprender a beijar na qual dizia que beijar era igual chupar laranjas... ehehhehe ,imagine só, pobre do rapaz escolhido para o primeiro beijo, que aliás não foi nada bom, pois acho que ele leu a mesma reportagem que eu pois, os dois pareciam chupar laranjas...Aff !!

Tanto eu como amigas minhas criadas mais ou menos na mesma época, crescemos com desejos contidos e frustrados, muitas ,infelizes em seus relacionamentos presas a convenções que nunca conseguiram ser quebradas…

O mundo anda tão dividido, pessoas cada vez mais solitárias e depressivas , principalmente entre as mulheres...Convivo diariamente com dezenas de mulheres, altas, magras, gordinhas, loiras, morenas e negras .

Acho incrível a força e a determinação, todas cumprem uma jornada de mais de 8 horas diárias nas empresas. A maioria são mães, e fora o trabalho na empresa cumprem uma rotina de trabalhos em casa, que não é fácil, casa pra limpar e arrumar, roupa pra lavar e passar, comida para a família toda..

Sem contar que todas as mulheres tem que dispor de uma memória de elefante, pois todos ao invés de procurar suas coisas ou objetos preferem perguntar, desde um tênis perdido, livros , cadernos e até cuecas ..

A cobrança que paira sobre mães e esposas é muito grande, sem falar que , quando se vê obrigada a trabalhar fora para ajudar seus companheiros no orçamento, ficam divididas entre o papel de mãe, de cuidar e zelar pela educação, pelo carinho e pelo papel de formadora de um novo ser humano, totalmente dependente de suas mães até a adolescência, a maioria quando está no trabalho pensa: Será que ele se alimentou direito, será que ele não está na rua ,será que nada de mau vai acontecer na minha ausência, será que minha ausência não fará falta na formação do caráter de meu filho??

E como fica o lado feminino da mulher, que tem que estar sempre linda ,cheirosa, bem humorada, com disposição e arrumada para seu amor?

O lado afetivo sempre é o mais afetado, nem todos os companheiros são compreensivos e nem todos aceitam dividir tarefas, tanto assumindo um compromisso maior na educação dos filhos , quanto tentando entender o quão difícil é a jornada dupla, ou até tripla, da mulher…



Marlise Julião

quarta-feira, 7 de setembro de 2011


Procuramos Independência




Todo ano quando chega a "Semana da Pátria", nos pegamos a pensar sobre a Independência do Brasil, e na forma como nos foi contada.
Mentiram para nós...
Quando olhamos a nossa volta vemos uma enorme contradição, não somos independentes coisa nenhuma...
Não somos mais colônia portuguesa, mas viramos colônia da globalização, que ligou todos os países formando um imenso dominó, tornando - nos vulneráveis em todos os setores, e o setor financeiro se tornou o maior calcanhar de Aquiles da globalização.
Nossas industrias estão entre as mais prejudicadas pela dependência causada pela globalização, pois foram escancaradas nossas "portas" para o mundo, e tivemos uma invasão de produtos, de ótimos preços e péssima qualidade ....
Dos talheres usados em nossas mesas, passando por eletrônicos, tecidos, cosméticos, matéria prima para industria, setor de telefonia, setor bancário, tudo tudo dominado por grandes grupos estrangeiros.
Somos um dos países campeões na produção agricola, com um vasto território e vastas plantações, mas nossos produtores são reféns e dependentes da política proteccionista dos grandes países, que tornam a vida dos pequenos agricultores um inferno, sendo que nos ultimos anos, houve uma retirada impressionante, de pequenos agricultores individados do campo e migrando para as grandes cidades, tornando-se apenas mais uma estatística nas favelas urbanas.
Somos dependentes até, do trigo argentino, que ditam o preço do pão nosso de cada dia...
Somos um dos maiores produtores de petróleo do mundo, com descobertas anunciadas aos "quatro ventos" pelas autoridades, mas ainda somos dependentes do petróleo vindo de outros países, e pagamos caro pelo combustivel.
Nem nossa Língua Portuguesa escapou das garras da globalização, quantas palavras estrangeiras invadiram nossa cultura, desde cardápios em restaurantes e lanchonetes, com seus hot -dogs, cheese- burguers e afins, passando pela linguagem usada nas empresas, com seus feedbacks, holdings, managers e pela atualíssima linguagem da internet, com Twitter, Facebook e Orkut, onde até foram criados verbos, como "tuitar"....
Até nosso futebol já não é mais nosso, com a globalização nossos jogadores saíram pelos quatro cantos do mundo, levando nossa ginga, nossos dribles.
Nossa Seleção Brasileira é patrocinada por gigantes estrangeiras, que monopolizam nossos jogadores, que viram marionetes, com cabelos estilosos, muitas tatuagens e brincos, e pouco futebol...


Marlise Julião

quinta-feira, 11 de agosto de 2011


Jaraguá do Sul e a Cultura no transito


Todos os dias quando saímos para o trabalho, para a escola, faculdade e até mesmo para um passeio, nos preparamos como se fossemos para a guerra, temos que nos despedir de familiares, de filhos e amigos, pois não sabemos se iremos voltar vivos...

Essa guerra não e uma guerra com revolveres, canhões, armas de fogo, mas uma guerra no transito, onde as armas são carros, com seus motoristas como se fossem "Rambos , Chuck Norris ou os Schwarzenegger" da vida real...

Levamos uma vida estressante no trabalho, corremos o dia todo em ritmo alucinante, sempre atrás de mais e mais produção, de mais lucros, de mais dinheiro. E se tivermos um mau dia de trabalho, se ficamos com raiva do chefe ou de algum colega de trabalho, descontamos no primeiro motorista que atravessar nosso caminho.

Enfrentamos todos os dias filas quilométricas, com carros espremidos em ruas estreitas, motoristas enraivecidos, mal humorados, mal educados, daqueles que não usam o dedo para ligar o botão de seta para sinalizar que vai podar, mas usa o dedo para fazer gestos obscenos para quem não sair da frente e o deixa passar.

Ao invés de seta, colocam a mão pra fora fazendo sinal, ou pior, colocam a cara com olhos mais mortais que os olhos de Medusa, e se não virarmos pedras, estados fadados a virar mais um rosto desconhecido a entrar na triste estatística das vítimas do transito de Jaraguá do Sul.

Todos os dias vemos pedestres cada vez mais acuados, a faixa de pedestres não os protegem mais, pois para alguns motoristas a faixa de pedestres é apenas uma decoração asfáltica para fugir da mesmice da cor preta do asfalto.

Jovens morrendo cada vez mais cedo, trabalhadores perdendo a capacidade produtiva, filhos ficando orfãos ,famílias desfeitas pela guerra no transito, que silenciosa e sorrateiramente, vai transformando nossa pacata Jaraguá do Sul, em uma das cidades mais violentas no transito brasileiro.

Tem gente que culpa o prefeito pela má estrutura viária, tem aqueles que culpam os outros motoristas, mas tem os mais abusados que culpam a Deus pelos acidentes como se Deus tivesse culpa pela nossa negligência, e cá entre nós, acho que Deus não dirige, e se dirigisse, pensaria duas vezes antes de enfrentar o horário de pico em Jaraguá do Sul.....

Nada vai melhorar se nós motoristas não mudarmos nosso jeito de agir, se não mudarmos nossa educação, nossa cultura...
O homem é pra ser um animal racional, isso nos diferencia dos outros animais, não podemos nos comportar como trogloditas no transito, temos que ter uma visão mais humana, mais condescendente com os outros motoristas, por que o meu direito termina onde começa o direito do motorista ao lado, e não é por que o meu carro é melhor e maior, que eu vá querer passar por cima de tudo e de todos.

Quando sairmos de casa todos os dias, vamos respirar, contar até dez, ou até cem se precisar, mas precisamos sair tranquilos para o transito, para podermos voltar tranquilos...

Eu já comecei, saio de casa mais cedo e comprei um CD com aquela musica do Biafra, "Sonho de Icaro ", a qual me tranquiliza totalmente, pois se Deus não me deu asas, por que eu vou querer voar ..

Carro não é avião, não foi feito para voar, e sim para facilitar nossas idas e vindas, carro foi inventado para resolver nossos problemas de tempo e acabou se tornando uma das armas mais letais, na mão de um ser humano.
.
Nosso transito mata mais que a guerra na Faixa de Gaza e a guerra do Iraque, mata mais que a AIDS e o câncer, só não pode é matar a nossa essência, a essência dos seres humanos, a nossa alma, já que somos os únicos animais passíveis de sentimento...

Não saia de casa desarmado, leve sempre seu sorriso ...





Marlise Julião

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Parabéns Jaraguá do Sul ....


Minha homenagem a Jaragua do Sul, pelos 135 anos de Prosperidade ...



Jaraguá do Sul é o que podemos chamar de "joia rara"... é uma cidade pequena, perto de tantas outras.
Porém Jaraguá do Sul tem um "que" a mais, não sei se é seu povo, com sua diversidade étnica, fundada por europeus, na sua maioria alemães, italianos, hungaros e poloneses, que recebem de braços abertos a todos que aqui chegam.


Ou seria por sua geografia, um lindo vale, cortado por rios e cercado por belas montanhas, de ruas estreitas, com seus prédios antigos, preservando a arquitetura germãnica com seu estilo inconfundível, dando um charme todo especial....

Jaraguá do Sul dos empresários, visionários que viram aqui a oportunidade de expandirem seus negócios.

Jaraguá do Sul das grandes industrias, que se modernizaram, buscaram novas tecnologias, atravessaram oceanos e tornaram nossa cidade uma referencia mundial, a frente de países ditos de primeiro mundo.

Jaraguá do Sul dos empregados da industria, que fazem roncar os motores das maquinas que impulsionam e diversificam as divisas, nacionais e internacionais.

Jaraguá do Sul das costureiras, que ponto a ponto vão produzindo as mais belas peças de vestuário, que encantam, que vestem e ditam moda Brasil afora.

Jaraguá do Sul dos garís, dos jardineiros, das zeladoras, que zelam pela limpeza e pela beleza de nossa cidade.

Jaraguá do Sul dos engenheiros, dos pedreiros que tijolo a tijolo vão concretizando o sonho de cada jaraguaense em ter a sua casa própria.

Jaraguá do Sul das donas de casa, dos policiais, das diaristas, dos anônimos, dos famosos, dos sonhadores e dos romanticos.
Não sei exatamente o por que, só sei que faz bem viver em Jaraguá do Sul !

Temos problemas sim, como o transito caótico, o crescimento desordenado, o aumento na violência e todas aquelas mazelas inerentes a uma cidade em desenvolvimento, mas o que faz valer a pena em Jaraguá do Sul, são as oportunidades.

Todos os que aqui chegam tem a chance de ter uma vida melhor, basta querer.

Quantos de nós chegamos aqui a 20 ou 30 anos atras, vindo do Rio Grande do Sul, do Paraná e de vários outros estados, trazendo em nossas almas o sonho de termos uma vida melhor, de crescermos como pessoas e como profissionais, e Jaraguá do Sul, como uma mãe, recebeu-nos tão bem, dando todas as condições para que esses sonhos se concretizassem, através de muito trabalho e sacrificios.

Já passamos por tantas tragédias, como as enchentes, e é nestas horas que o povo jaraguaense mostra o seu valor, sendo solidário com todos os que precisarem.
Uma cidade que foi construída a várias mãos, mão dadas, formando um elo, uma linda aquarela, de mão brancas, negras e amarelas, colorindo o mapa de Santa Catarina.

Feliz Anivesário Jaraguá do Sul!!



Marlise Julião

domingo, 17 de julho de 2011

Meu doce....


Me leva ao céu do nosso prazer...
Meu doce veneno, meu homem, menino...
Meu doce segredo,
Meu abismo, meu medo...
Meu amanhecer,
Meu Sol tão dourado...
Tem cor de pecado...
Não sou, sem você...

sábado, 16 de julho de 2011

Mulheres Perfeitas ...


É melhor você ter uma mulher engraçada do que linda, que sempre te acompanha nas festas, adora uma cerveja, gosta de futebol, prefere andar de chinelo e vestidinho, ou então calça jeans desbotada e camiseta básica, faz academia quando dá, come carne, é simpática, não liga pra grana, só quer uma vida tranqüila e saudável, é desencanada e adora dar risada.

Do que ter uma mulher perfeitinha, que não curte nada, se veste feito um manequim de vitrine, nunca toma porre e só sabe contar até quinze, que é até onde chega a sequência de bíceps e tríceps.

Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa.
Pode ter uns quilinhos a mais, mas é uma ótima companheira. Pode até ser meio mal educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas e daí?
Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução. Mas ainda não criaram um remédio pra FUTILIDADE!!

"E não se esqueça...Mulher bonita demais e melancia grande, ninguém come sozinho!!





Marlise

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Como saber se alguem está realmente a fim de você.....


Se você não pretende perguntar, ou ainda, se já perguntou, mas a resposta obtida não te convenceu, sugiro que lance mão de duas ferramentas próprias também bastante eficientes: a observação e a intuição. Então, fique de olho nessas dicas de como se comporta alguém que está a fim de você:
- Quem está a fim, demonstra interesse, quer saber da sua vida, do seu dia, dos seus planos e desejos, quer te ver, quer marcar um café, um cinema, uma balada ou um simples esbarrão onde seus caminhos se cruzam...
- Quem está a fim, liga, manda mensagem, torpedo, carta, sinal de fumaça, qualquer coisa... mas não desaparece!
- Quem está a fim, cumpre o que promete. E quando não pode cumprir, se justifica, se explica, pede desculpas, não vive inventando desculpas duvidosas ou esfarrapadas para os recorrentes sumiços ou furos.
- Quem está a fim, sente saudades, reclama sua ausência, esforça-se para viabilizar um encontro, nem que tenha de fazer parecer mera coincidência, dá um jeito de descobrir do que você gosta, porque o que mais quer é te agradar, surpreender, conquistar, seduzir...
- Quem está a fim, não vai embora só porque vocês discutiram, não desiste de você depois do primeiro obstáculo. Quem está a fim, persiste, insiste, tenta até o fim...
E por essas e outras, você já pode ter uma noção da diferença entre quem quer e quem não quer estar com você. Eu sei que quando a gente está a fim, quer dar mais uma chance, tentar conquistar, tentar mudar o panorama desfavorável. Ok! Não há nada de errado nisso! No entanto, fique atento para não extrapolar seu próprio limite. Se o outro insiste em dizer ou demonstrar que não quer, que não é a melhor hora, o ideal mesmo, para não se machucar e detonar a sua autoestima, é amargar alguns dias de rejeição e, em seguida, partir pra outra. Bola pra frente. Não vale a pena ficar investindo toda sua energia numa pessoa que já deixou claro que não tem espaço para você na vida dela. E tome bastante cuidado principalmente com aqueles que adoram levar o outro em banho-maria. Num dia, são românticos, carinhosos, queridos, apaixonados. No outro, desaparecem ou são grosseiros, frios e te tratam como se você fosse um intruso, insistente e chato. Fuja desse tipo de gente, porque são sinônimos de sofrimento intenso. São enlouquecedores!
Muito pior do que um claro não, é um constante sim-não-sim-não-sim.... Isso, ninguém merece! É jogo sujo, golpe baixo, covardia...

domingo, 6 de março de 2011

Sobre Mulheres e Conceitos ....


Na semana do Dia Internacional da Mulher , vou publicar novamente esta crônica, que já deu muito o que falar, e foi publicada em jornais e revistas ....


Tudo bem que a Liberdade feminina nos ajudou em muitas coisas…

Conquistamos espaços nunca antes sequer almejados por nossas mães ou avós…

Tudo bem que agora temos empregos bem remunerados,com cargos antes sob o domínio masculino,podemos frequentar lugares sem estarmos acompanhadas ….

Tudo bem que agora temos leis que nos amparam contra a violência ,a lei Maria da Penha,temos o direito a criar filhos sozinhas em caso de separação,temos direito á pensão alimentícia..

Tudo bem que somos donas de nossos narizes,independentes !!

Tudo bem que é ótimo termos nossas própias contas bancárias !!

Tudo bem que desencostamos a barriga do tanque e do fogão,pois SABEMOS E PODEMOS fazer mais do que cozinhar e limpar !!

Tudo bem ..tudo bem …tudo bem !!!

Mas será que não confundimos as coisas ??

Será que muitas de nós não acabamos confundindo LIBERDADE com LIBERTINAGEM ??

Vendo a banalização do casamento,onde casa-se e separa-se em questão de dias..

Vendo a promiscuidade que impera..

Vendo virgindade sendo leiloada pela internet..

Vendo mulheres escravas do silicone, do botox, da vaidade....


Vendo milhares de mulheres e meninas escravas da prostituição..

Vendo milhares de crianças jogadas nas ruas por causa da falta de responsabilidade de muitas mulheres ,que engravidam na mesma velocidade que abortam, que abandonam filhos em latas de lixo,jogam em rios…

Será que conquistamos mesmo a liberdade ???

Por ondem andam as milhares de feministas que queimaram os sutiãs á anos atrás,em nome desta liberdade ??

Como estão suas vidas,suas famílias seus filhos,seus sonhos ???

Sou grata a tudo que conquistamos sim,mas as vezes também sinto vergonha do caminho para o qual enveredou nossas conquistas..

Não temos mais as heroínas,as Joanas Dar´c ,as Madres Teresa de Calcutá ,as Irmãs Dulce …

Mas temos a Mulher Melancia,a Mulher Melão e por que não a mulher Jaca...


Temos muita mais a conquistar do que isso…muito mais a oferecer do que bundas e peitos de fora..

Temos sim !!!

A liberdade de escolher o nosso própio caminho,com dignidade !!

M@rlise

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Vem .....




Vem, beija-me a boca, rasga-me o peito, trague meus anseios, mas venha....
Fique comigo, derruba-me no leito, envolva-me nos braços, mas fique....
Sinta meus lábios, corte-me com os dentes, puxe-me para perto, atrele seu corpo ao meu, mas sinta...
Esquente-me!!!!
Me despida os trajes, sinta a minha, a tua, a nossa nudez...
Respire ar, perfume, suores.
Exale desejos, prazeres, deleites, encantos, paixões...
Só por essa noite!!!



M@rlise

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Eu sou .....



Sou mais doce que salgada, sou dos chocolates, do sorvete napolitano e das balas sortidas, que surpreendem o paladar...


Sou Primavera inconstante e Verão ardente, como as saudades do que passa e marca, quase sem sentir....


Sou do dia e da noite, sou das festas, sou da dança, sou da embriaguez pela alegria que me consome...


Sou da praia e da piscina, sou gaucha, sou brasileira, sou do frio e do calor, sou de lua....



Sou tua ....

domingo, 23 de janeiro de 2011

Sobre Churrasco, Mulheres e Homens .....



O Churrasco sob a visão feminina ...



O churrasco é o único prato que um homem faz. Quando um homem se

propõe a realizar um, a cadeia dos acontecimentos é a seguinte:


1 - A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.

2 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa.

3 - A mulher tempera a carne, coloca-a numa bandeja com os talheres

necessários enquanto que o homem está deitado junto à churrasqueira, bebendo uma cerveja.

4 - O homem coloca a carne no fogo.

5 - A mulher vai para dentro de casa pôr a mesa e verificar o cozimento dos legumes.

6 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.

7 - O homem tira a carne do fogo.

8 - A mulher arranja os pratos e coloca-os na mesa.

9 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.

10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e perante o ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas...



(Escrito por uma mulher)



O DIREITO DE RESPOSTA



1 - Nenhum churrasqueiro é tonto o suficiente para pedir à mulher para fazer as compras para um churrasco, pois ela vai trazer cerveja Cintra, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de 4,8 kg que o açougueiro disse ser "ótima", pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.

2 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa... Ela prepara isto só para as mulheres comerem. O homem come só a carne.

3 - Temperar carne??? Na carne só se joga sal grosso na hora de assar e pronto.


Bandeja com talheres? Só se for para as frescas. Homem que é homem, come com as mãos.


4 - Coloca a carne no fogo??? A carne vai para a grelha ou para um espeto que tem que ser virado a toda hora.


5 -Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso.


6 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: "Não quero comer sangue" ;"Isto está muito cru..." , "Deixa passar um pouquinho mais" (após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estaria no ponto uma hora antes). Ou seja, elas acabam comendo carne em forma de carvão, tão mole e suculenta quanto o espeto.

7 - Ainda bem que somos nós que tiramos a carne do fogo, pois se fossem elas, comeríamos carvões como os descritos no parágrafo anterior.

8 - Pratos? Só se for para elas mesmas!

9 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol. Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (limpei nas calças).

10 - Realmente, ninguém nunca vai entender as mulheres... Nem elas nunca vão entender o que é um churrasco !!!


(Escrito por um homem)


M@rlise

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Calor ...



Tarde deliciosamente quente....
Gostosa idéia me vem á mente...
Calor da alma ....Calor crescente..
Beijo a pedra de gelo gulosamente,
Com ela brinco,por entre os dentes...
Lábios saciados...Lábios dormentes...

Meu corpo grita, efervescente...
Por entre os seios o gelo vaí..
Rijos contornos em ascendente....
Pouco á pouco,chegando ao cume...
Os mamilos ávidos e eretos clamam sua presença...
Ao tocar os entumecidos bicos ,o corpo estremece,
Perde o controle, o desejo cresce...
O gelo segue, viaja afoito...
Por entre pelos,poros,precipícios ...
O Vale é seu destino...
Gelo safado...
Gelo menino...
Pega o desvio das macias coxas...
Convidativa encruzilhada....
Rumo á gruta...Tão desejada...
Tísico,tácito,tesão...



M@rlise

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Eu gosto ......




Te domino, escravizo, na manha!
Te agarro, tu me agarras, me assanha...
Te pego de jeito, te marco no peito,
te arranho, te mordo, me enrosco!
Te acendo, me rendo, eu gosto ...

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Frisson .....



Alteram-se os sais, queimam-se calorias,
a quantas loucuras submetes minha química,
quantas queimaduras me causa a tua pele....
Teu beijo para que eu afague,
teus olhos para que eu me afogue..
Teu pensamento onde minh'alma cabe,
e que meu corpo no teu corpo acabe..


Marlise

Sexo é bom....Sexo com amor ,melhor ainda .....

Blog em construção......

Páginas

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Letras, engatinhando no universo literário ....