quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A Magia do Natal ...


A magia do Natal.

Qual é a mágica que acontece no Natal, que faz com que as pessoas mudem seu jeito de agir?
Qual a explicação, qual a razão de as pessoas ficarem mais acessíveis, bondosas, solícitas e solidárias?
Como se explica a transformação interior, que faz com que pessoas carrancudas, solitárias, mal humoradas e egoístas, mudem totalmente o seu jeito de ser?
Quem é o responsável por essa mudança tão radical? Deus, o nascimento de Jesus, ou o Papai Noel traz em seu saco uma poção mágica regeneradora?
Por que somente na época de Natal passamos a olhar os menos favorecidos com um olhar mais bondoso e condescendente, fazemos campanhas para arrecadar alimentos, doces e brinquedos para famílias e crianças carentes?
Por que apenas na época Natalina sobem os números de adoção nos orfanatos?
Por que nessa época passamos a enxergar e a cumprimentar as pessoas que passamos o ano todo ignorando, como aquela tia que não visitamos á meses, um colega de trabalho que jamais trocamos mais que duas ou três palavras, ou aquele vizinho, que mora ao nosso lado e que jamais paramos para retribuir pelo menos um sorriso?
Qual é a força maior que nos move nessa época, que nos torna tão afetuosos, tão família, que faz com que queiramos ficar junto a nossos pais, irmãos, filhos, avós, perto de quem mais amamos?
Por que somente nesta época Natalina sentimos mais vontade de dizer “Eu Te Amo”?
Por que somente nesta época sentimos tanta necessidade de pedir perdão a quem ofendemos, a quem magoamos e a quem fizemos sofrer?
Por que somente no Natal sentimos essa descomunal necessidade de dar e receber amor?
Por que só em Dezembro, por que não somos assim nos outros onze meses do ano?
Só depende de nós, mas por alguma razão desconhecida, fugimos o tempo todo, mantendo a distância, toda e qualquer forma de sentimento afetivo, agindo como porcos-espinho, sempre na defensiva, afastando cada vez mais as pessoas...
A resposta é: No Natal o amor se torna palpável, no Natal nos permitimos amar, no Natal por alguma razão divina ou cósmica abrimos nossos corações...
Todos os dias do ano, temos a chance, a oportunidade de sermos e de fazermos felizes a quem nos rodeia, basta apenas derrubar os muros emocionais que nos rodeiam e deixar que o amor entre...
Isso não nos torna fracos, mas sim muito mais humanos....

Marlise Julião

Um comentário:

  1. Não achei o seu texto duro, pelo contrário, é uma constatação de um fato. As pessoas tem medo de se envolver, tem medo do que os outros vão pensar delas.As pessoas vivem constantemente com medo, de amar, de ser quem são emfim de viver. O natal carrega sim, se assim podemos nos expressar uma grande energia cósmica. O natal é com efeito, uma data que é marcada por muitos simbolos que representam esperança e paz. E mesmo a festa religiosa estando manchada pelo consumismo e a ideia original do presentear no natal ter se tornado uma desculpa esfarrapada para consumir e alimentar o capitalismo, as pessoas ainda querem acreditar em um outro lado, querem acreditar, ainda que acomodadas em seus egos, confortavéis em seu comodismo querem ter esperança, a muito tenho observado isso, o ser humano é capaz de eleger os maiores ideais, mas é incapaz de vivê-los em sua radicalidade e abrindo mal de um pretenso conforto. penso que é isso que acontece e que vc percebeu muito bem.

    ResponderExcluir

Sexo é bom....Sexo com amor ,melhor ainda .....

Blog em construção......

Páginas

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Letras, engatinhando no universo literário ....