sábado, 22 de outubro de 2011


Fatos que marcam ...





Não sei se foi o doze de outubro, Dia da Criança, mas refleti muito sobre minha infância nessa semana que passou.

Nasci e cresci no interior.

Subindo em árvores, correndo atrás de animais, saboreando o leite fresco, tirado na hora da vaquinha mimosa, tomando banho de rio...

Tive uma infância maravilhosa, no sítio de meus avós, andando á cavalo, charrete e nos carrinhos de madeira que meu irmão fazia ... Brincava na chuva e na lama...

Não tínhamos muitos brinquedos, bonecas então !!

Usávamos as espigas novas de milho como bonecas pedacinhos de madeira para fazer casinhas..

Lembro com carinho das amigas de infância, dos primos que moravam perto, das histórias contadas á noite ao lado do fogão á lenha... Estórias contadas por meu tio, sobre lobisomens, mulas-sem-cabeça, tesouros e duendes… Ouvíamos a tudo atentamente sem piscar...

Não tínhamos computadores, nem IPAD, celular , video game então nem pensar ...e ainda assim éramos felizes !!

Lembro até de fatos nada agradáveis, que marcaram minha infancia!

Teve um fato curioso que aconteceu comigo na sexta série primária, na época eu estava com uns 10 ou 11 anos ( pouquinho tempo atrás …hehehe ) não me recordo bem, mas lembro bem do fato ocorrido na aula de Comunicação e Expressão, quando nossa professora Sônia de Alburquerque pediu que fizéssemos uma interpretação do texto ” Olhai os Lírios do Campo” , fiz logo duas páginas pensando no 10 que tiraria e entreguei.

No outro dia assim que bateu o sinal, entrei correndo em minha sala, e mal havia sentado, a secretária veio me chamar pedindo que eu fosse até a sala da diretora...

Fui , sem saber o que era, chegando lá, ví que ela tinha algumas folhas na mão e pra minha surpresa , era a minha interpretação do texto do dia anterior, ela lia e relia, olhava pra mim e depois de um tempo, finalmente falou comigo: “E aí Marlise, você não tem medo de ser presa, olha só o que você escreveu ,nunca mais escreva tais coisas, criticando o governo, isto pode comprometer á você e a sua família... “

Saí da sala da diretora arrasada... eu não sabia o porque daquilo, pensei em ganhar um 10,e acabei ganhando um baita puxão de orelhas e fiquei com nota baixa, mas como fiquei com medo sobre o fato de ser presa aos 10 anos de idade, nunca mais escrevi sobre o governo ou qualquer outro assunto...

Mas fiquei curiosa, e comecei a ler em revistas e me inteirar sobre o que se passava ao meu redor, lia principalmente a revista Manchete , na qual descobri quem eram nossos governantes e o que acontecia com quem os criticava..

Comecei a ligar fatos… cantávamos o Hino Nacional , não sem antes tirarmos distância, mão no ombro do amigo á nossa frente e mão no ombro do amigo ao nosso lado, e longos discursos da diretora. Tínhamos aulas de Educação Moral e Cívica, onde nos ensinavam musiquinhas , tipo marchinhas que lembro até hoje, eu até gostava e cantarolava em casa..” Este é um país que vai pra frente ,Ou Ou Ou Ou Ou, de uma gente ordeira e tão contente Ou Ou Ou Ou Ou, é um país que canta ,trabalha e se agiganta, é o país do nosso amor “…. Escrevendo sobre isso agora, eu até acho graça, mas na época, com 10 anos, criança ainda , fiquei um bom tempo sem dormir e com medo de ser presa !!!

Graças a Deus hoje tudo isso passou, podemos escrever sobre qualquer assunto, usufruimos de ampla liberdade de expressão e temos que valorizar muito tudo isso !!







M@rlise

sábado, 15 de outubro de 2011


Hoje é dia 15 de outubro, Dia do Professor, mas não sei se há motivos para comemoração .

A profissão que um dia era uma das mais concorridas, mais valorizadas, hoje é quase motivo de vergonha .

Professores eram respeitados, sua palavra era ouvida e seus ensinamentos seguidos ao pé da letra, havia até um certo glamour na profissão..

Mas em um país em que se valoriza muito mais os investimentos em outras áreas,como Turismo e Carnaval ( não que turismo não seja importante para o país ), deixando a Educação em terceiro plano ,não é de se admirar a evasão escolar e o desinteresse dos alunos pela escola ...
Lembro-me com carinho de todos os meus professores do ensino fundamental, os quais ensinaram-me a escrever a repeitar diferenças e ser o que sou hoje..
Professora Hermínia, minha primeira professora graças a você tenho hoje essa letra redondinha , professora Sônia de Albuquerque que incentivou meu gosto para a leitura, meu dom para escrever redações e meu gosto pela música ao criar o nosso coral , professor Orlando Klás, de "Estudos Sociais " meu maior exemplo de integridade e civismo , professor Antônio de Albuquerque como eu poderia conhecer tanto de história sem seus ensinamentos, sem seus longos discursos ??

E você professor Guido, meu querido professor de Matemática, que com paciência e muito amor fez com que eu nunca desistisse de estudar, mesmo sendo eu tão cabeça dura para dividir números com vírgula e totalmente perdida nas frações !!



Á todos vocês que fizeram de mim um ser humano melhor ,meu MUITO OBRIGADO E FELIZ DIA DO PROFESSOR !!


Abaixo um pequeno poema que fiz para os professores, singelo, porem verdadeiro...




Saudades



Que saudades,que saudades !

Do tempo em que eu tinha valor,

ia pra escola feliz,

orgulhoso de ser professor.

No rosto sempre sorrindo,

uma expressão de amor,

amor pelos alunos,

amor pelo ensinar.

Ensina-los a ser alguém

Ensina-los o be-á-bá.

A fazer sempre o bem,

e aos outros respeitar !!

Via no rosto da criança

o brilho da esperança,

de ser alguém ,algum dia

Via respeito,atenção

Via o aprender com alegria !

Hoje quase não á respeito

Chega a doer no peito,

o que temos que passar.

Temos que fechar os olhos

e nossa boca calar.

Salário sempre defasado ,

saio na rua ,que vergonha

sou toda hora cobrado,

devo na farmácia,na padaria

Não tenho nem pro mercado.

Doente não posso ficar,

plano saúde não tem,

vou pra fila do Postinho,

quem sabe o médico vem !

Das autoridades a indiferença,

que nem mesmo sua presença

tem a "honra " de nos dar,

"Cada cabeça,uma sentença"

No futuro iremos lembrar !!




Marlise Julião

domingo, 2 de outubro de 2011

Novos tempos, novos olhares femininos


Nossa semana começou irresistível, depois de um domingo atípico ,com cara de sexta feira!

O dia está chuvoso (opa… já mudou, está ensolarado e com um belo céu azul )... aquela garoa fininha e contínua, que encobre nossos morros que cercam nossa cidade…. Faz frio, estranhamente faz frio, pois quando era inverno fazia calor (………) coisas do efeito estufa…….

Poderíamos comparar o clima ou o tempo, com o ser humano, nós seres humanos também temos "mudança de clima", seja no campo do trabalho, seja em nossa vida familiar ou afetiva.

Tem dias que estamos ensolarados e cheios de raios de luz, em outros estamos nublados, fechados, encobertos, cinzentos.

Também temos o efeito estufa (não é exatamente o que você está pensando ( hehe ) que destrói nossa camada de ozônio ou nossa paciência como preferir… Nas mulheres as variantes do tempo se apresentam com maior frequência ,com consequências mais avassaladoras……

Nas mulheres por exemplo ,se o clima interior estiver ameno e agradável, todos ganharão com isso. Se for ao contrário sugiro que todos ,eu disse TODOS, fiquem com seus escudos protetores ativados e mantenham uma distância considerável…..

Os homens demonstram ou fingem demonstrar uma irritante calma aparente, o que contribui ainda mais com o já elevado efeito estufa feminino causando efeitos climáticos de danos irreversíveis, beirando ao Apocalipse ou uma Hecatombe….

Para bem de ambos e de todos que as rodeiam, sugiro, uma moderação no lançamento de elementos nocivos ( palavras ofensivas ,viradas de olhos ou gestos obscenos )……

Nós mulheres desde pequenas, somos criadas e educadas com uma educação mais rígida !!

Para os meninos a liberdade já vem desde cedo, desde os tipos de brincadeiras, passeios com amigos e até no modo de se vestirem…

Já nós as meninas somos policiadas o tempo todo, Fulana não sente assim ,”sente-se como uma menina deve sentar” ,” não coloque este shorts, fica parecendo um menino “,” meninas não jogam futebol” ,” meninas tem que aprender a cozinhar e cuidar da casa” ...

Qual a moça que antigamente ao se casar, não ganhava uma maquina de costura e tinha que saber costurar, ser bem prendada..

E crescemos… com a cabeça cheia de duvidas, anseios e com desejos reprimidos !!

Na questão sexual então nem se fala, era assunto terminantemente proibido para meninas, enquanto para os meninos havia até incentivos... pasmem!!

O pouco que aprendíamos era lendo aquelas revistas de Fotonovelas Italianas, contrabandeadas da casa de alguma amiga e providencialmente escondidas embaixo do colchão, sob a pena de severas broncas se fossem encontradas !!

Lembro de uma reportagem que lí, sobre como aprender a beijar na qual dizia que beijar era igual chupar laranjas... ehehhehe ,imagine só, pobre do rapaz escolhido para o primeiro beijo, que aliás não foi nada bom, pois acho que ele leu a mesma reportagem que eu pois, os dois pareciam chupar laranjas...Aff !!

Tanto eu como amigas minhas criadas mais ou menos na mesma época, crescemos com desejos contidos e frustrados, muitas ,infelizes em seus relacionamentos presas a convenções que nunca conseguiram ser quebradas…

O mundo anda tão dividido, pessoas cada vez mais solitárias e depressivas , principalmente entre as mulheres...Convivo diariamente com dezenas de mulheres, altas, magras, gordinhas, loiras, morenas e negras .

Acho incrível a força e a determinação, todas cumprem uma jornada de mais de 8 horas diárias nas empresas. A maioria são mães, e fora o trabalho na empresa cumprem uma rotina de trabalhos em casa, que não é fácil, casa pra limpar e arrumar, roupa pra lavar e passar, comida para a família toda..

Sem contar que todas as mulheres tem que dispor de uma memória de elefante, pois todos ao invés de procurar suas coisas ou objetos preferem perguntar, desde um tênis perdido, livros , cadernos e até cuecas ..

A cobrança que paira sobre mães e esposas é muito grande, sem falar que , quando se vê obrigada a trabalhar fora para ajudar seus companheiros no orçamento, ficam divididas entre o papel de mãe, de cuidar e zelar pela educação, pelo carinho e pelo papel de formadora de um novo ser humano, totalmente dependente de suas mães até a adolescência, a maioria quando está no trabalho pensa: Será que ele se alimentou direito, será que ele não está na rua ,será que nada de mau vai acontecer na minha ausência, será que minha ausência não fará falta na formação do caráter de meu filho??

E como fica o lado feminino da mulher, que tem que estar sempre linda ,cheirosa, bem humorada, com disposição e arrumada para seu amor?

O lado afetivo sempre é o mais afetado, nem todos os companheiros são compreensivos e nem todos aceitam dividir tarefas, tanto assumindo um compromisso maior na educação dos filhos , quanto tentando entender o quão difícil é a jornada dupla, ou até tripla, da mulher…



Marlise Julião

Sexo é bom....Sexo com amor ,melhor ainda .....

Blog em construção......

Páginas

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Estudante de Letras, engatinhando no universo literário ....